domingo, 16 de maio de 2010

"Existem apenas duas maneiras de ver a vida. Uma é pensar que não existem milagres e a outra é que tudo é um milagre." (Albert Einsten)



Amo a vida.
Amo estar viva.
Amo acordar e sentir que eu tô viva.
Amo sentir a vida em minha volta.
Amo respirar e sentir o meu coração bater.
Amo sentir o ar batendo no meu rosto.
Amo sorrir.
Amo as pessoas, amo a vida nas pessoas.
Amo sentir o cheiro das coisas.
Amo o sol, o calor.
Amo as sensações.
Amo ver o tempo passar e o mundo girar tão rápido
Amo a preguiça, o sono.
Amo os sons, os ruídos.
Amo a alegria.
Amo matar a fome.
Amo ver tudo mudar.
Amo a fé, a esperança.
Amo a paz que a noite traz.
Amo dormir.
Amo acordar e sentir tudo de novo...
(Mônica Borges Alves Coimbra)

3 comentários:

Anônimo disse...

oscar wilde
leonor pimentel
filipa de vilhena
bella bartok
lopes graça

Fatima disse...

Monica, também amo a vida, amo estar viva. Enfrentar as dificuldades, os desafios da vida é que vale a pena, pois não viemos aqui só para comer e dormir. Pode ter certeza de que a sua vida , as nossas vidas não se cruzaram por acaso, tudo tem uma razão de ser e acontecer.O amadurecimento nos faz entender e aceitar os acontecimentos. Continue vivendo a sua poesia, o seu romantismo e a sua alegria de viver. Viva a vida!

Fatima- Cosmópolis- setembro 2.005.

Paula disse...

Primeiramente... que foto lindaaaaa vc e seus irmãos, não posso crer em Marcelinho dessa altura rsrsrs, ele era tão pequititinho, quem mandou ele crescer??? rsrs
Que texto lindo, tão bom amar as coisas simples da vida, é o caminho certo para ser feliz!!!
E eu prefiro crer que tudo na vida é um milagre!!!
Beijosss...